Novo Foco na Prevenção de Alto Impacto do HIV mira Organizações de Saúde como peças-chave na Redução de Novas Infecções pelo HIV

CAI foi selecionada como Prestador Nacional de Assistência para Capacitação de Apoio à Saúde
Organizações tem trabalhado para diminuir as taxas de infecção pelo HIV e para aumentar o diagnóstico precoce

(Nova York, NY) Como parte de um esforço conjunto para diminuir cerca das 50.000 novas infecções pelo HIV que ocorrem a cada ano, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, (CDC, sigla em inglês) selecionou Cicatelli Associates Inc. (CAI) para atuar como Prestador de Assistência para Capacitação de organizações de saúde em todo país. [i]

Os esforços do CDC estão concentrados em fortalecer a capacidade dos profissionais que trabalham na prevenção do HIV para implementar intervenções de Alto Impacto para a Prevenção do HIV – intervenções escalonáveis, cientificamente comprovadas, desenhadas para populações específicas – com novo foco no tratamento como um elemento crucial para a prevenção. Esta estratégia destaca o papel significativo que as organizações de saúde devem desempenhar na redução das taxas de novas infecções nos Estados Unidos em 25%, O projeto da CAI objetiva aumentar o diagnóstico precoce, aliado ao cuidados, e ao tratamento para aqueles que vivem com HIV.

"Apesar de nossa capacidade para tratar o HIV ter evoluído drasticamente, apenas 25% dos homens, mulheres e crianças infectados estão recebendo o cuidado que eles necessitam para efetivamente tratar a infecção e evitar sua propagação", disse Dr. Robert Cohen, Diretor Médico da CAI. "Focar no importante papel que as organizações de saúde desempenham para reduzir a taxa de transmissão e garantir que aqueles que já estão infectados continuem com o tratamento é essencial. Como uma organização de capacitação, CAI está animada em apoiar a implementação de estratégias baseadas em envidência com alto impacto para a prevenção do HIV em diversos contextos do cuidado à saúde".

Para auxiliar com a implementação da Prevenção de Alto Impacto para o HIV em organizações de saúde, CAI montou uma equipe com larga experiência em tratamento e prevenção que inclue o Instituto Negro para Aids (BAI, sigla em inglês), a Rede de Diretores Clínicos (CDN, sigla em inglês), a Colisão Nacional de Diretores para IST (NCSD, sigla em inglês), o Centro Ruth M. Rothstein e a Aliança Nacional para Educação sobre o HIV e Desenvolvimento (NAHEWD, sigla em inglês). CAI, também, incluiu a rede nacional de faculdades de cuidados à saúde, que tem implementado, de forma pioneira, a Prevenção de Alto Impacto para o HIV e tem experiência própria em trabalhar com jovens negros do sexo masculino (idades de 18 a 29 anos), os quais foram a única parcela da sociedade que aumentou significativamente os novos casos de HIV entre 2006 e 2010. [ii]

"O Instituto Negro para Aids está orgulhoso de ser parceiro da CAI nesse projeto", colocou Phill Wilson, Diretor Executivo do BAI. "Estamos confiantes que CAI e outros membros do time designado pela CAI trabalharão arduamente para alcançar uma Geração Sem Aids. Infelizmente, sabemos que apenas nossos esforços não serão suficientes. Somente poderemos terminar a epidemia de Aids nos Estados Unidos se construirmos sistemas de prestação de cuidados e capacitações que reflitam as diversas características demográficas da epidemia".

Em relatório de fevereiro de 2014, o CDC lançou um novo estudo que indica que indivíduos negros nos Estados Unidos continuam a ser os mais afetados pelo HIV. Comparadas com outros grupos, as taxas de novas infecções permanecem as mais altas neste segmento da população, 44%, com uma estimativa de 506.800 pessoas vivendo com HIV nos Estados Unidos. [iii]

"CAI está muito satisfeita por ter sido premiada com esse subsídio do CDC para ajudar organizações a implementar estratégias de Prevenção de Alto Impacto", disse Barbara Cicatelli, Presidente e Fundadora da CAI. "Juntamente com outros colegas, incluindo o Conselho Nacional de Aids para as Minorias (NMAC, sigla em inglês) e o BAI, CAI está preocupada com o fato de que nenhuma organização negra tenha sido selecionada como o receptor principal nesse novo ciclo de concessões. Acreditamos que será particularmente importante para CAI, trabalhando com organizações negras, auxiliar as organizações de saúde a se engajar, tratar e manter no tratamento um número cada vez maior de indivíduos negros diagnósticados com HIV. Dada a desproporcionalidade do impacto do HIV na comunidade negra, CAI envidará todos os esforços para colaborar com todas as organizações que há muito tempo abriram o caminho para o estabelecimento de pontes entre as organizações de saúde e as comunidades com mais alto risco para o HIV".

O CDC estima que 1.1 milhão de pessoas vivam com HIV atualmente nos Estados Unidos, incluindo 180.900 (15.8%) de indivíduos que não tem conhecimento de sua infecção. [iv]

O Projeto da CAI, o qual é financiado pelo Centro Nacional do CDC para a Prevenção do HIV/Aids, Hepatites Virais, IST e Tuberculose, a Divisão de Prevenção do HIV/Aids, a Área de Capacitações, serão lideradas pelo Dr. Tony Jimenez, Vice-Presidente da CAI e Diretor de Projetos. Para saber mais sobre o projeto, clique aqui.

Sobre a CAI: CAI é uma organização global, sem fins lucrativos, dedicada a melhorar a saúde e o bem-estar das comunidades menos favorecidas em todo o mundo. Por 35 anos, CAI tem prestado serviços de capacitações personalizadas para organizações de saúde e de assistência social em mais de 23 países e em todos os 50 estados norte-americanos. Oferecendo mais de 1.500 programas de capacitação ao ano, a equipe comprometida de CAI trabalha para cumprir sua missão: usar o poder transformador da educação e pesquisa para promover um mundo mais consciente, saudável, solidário e equitativo. Para saber mais sobre a CAI, visite nosso wesite: www.caiglobal.org.

[i] http://www.cdc.gov/nchhstp/newsroom/docs/2012/HIV-Infections-2007-2010.pdf.

[ii] Prejean J, Song R, Hernandez A, et al. Estimated HIV Incidence in the United States, 2006-2009. PLoS ONE 2011;6(8):e17502

[iii] CDC. Progress Along the Continuum of HIV Care Among Blacks with Diagnosed HIV— United States. Morbidity and Mortality Weekly Report 2014;65(No.5). Published February, 2014

[iv] CDC. Monitoring selected national HIV prevention and care objectives by using HIV surveillance data—United States and 6 U.S. dependent areas—2011. HIV Surveillance Supplemental Report 2013;18(No. 5). Published October 2013