Panamá

Iniciativa de Colaboração entre as Populações em Maior Risco (PEMAR) e o setor público através do Fortalecimento Comunitário que apoia a Resposta Nacional do Panamá para o HIV.

O projeto busca reduzir a transmissão sexual do HIV entre as populações de maior risco (PEMAR) através de intervenções baseadas em evidência e melhores práticas dirigidas a formação e educação dessas populações. A meta é aumentar a capacidade organizacional das PEMAR para assegurar uma resposta integral a epidemia de HIV e garantir a proteção dos Direitos Humanos por meio da promoção de políticas públicas.

Em particular, CAI contribui na promoção de mudanças de comportamento saudáveis das PEMAR, no que se refere a ações de prevenção, estigma, discriminação e equidade de gênero através da implementação de abordagens com informação, educação e metodologia de marketing social que inclua materiais educativos apropriados para cada população.

CAI coordena conjuntamente com o Ministério da Saúde, ONG e a sociedade civil para aumentar o acesso e os serviços de oferta de testes voluntários para o HIV, com o respectivo aconselhamento pré e pós-teste, dirigida a essas populações; estabelecendo sistemas comunitários de aconselhamento, ofertas de testes, treinamento de pessoal de saúde governamental e assegurando que os serviços sejam de qualidade e amigáveis para as PEMAR. Os prestadores de serviços de saúde tem um papel muito importante na provisão de serviços oferecidos a seus clientes. Para assegurar que as PEMAR recebam serviços culturalmente competentes e amigáveis, CAI proporciona treinamento especializado e específico para esses prestadores de serviços de saúde; aumentando, assim, sua competência no manejo dessas populações vulneráveis, assegurando áreas seguras e livres de estigma e discriminação.

CAI contribui para o desenvolvimento de lideranças e sustentabilidade através da formação de uma Coalizão de Direitos Humanos que defendam os direitos das PEMAR. Atividades-chave incluem o desenvolvimento de acordos com o setor privado em assuntos relacionados a oportunidades laborais para as PEMAR, estabelecendo diretrizes para que os prestadores de serviços de saúde forneçam serviços amigáveis à população meta e treinem os indivíduos em risco para realizar denúncias junto às autoridades em caso de violação de seus direitos.